Limpeza sazonal e o bem que nos faz

22-09-2017

Como toda louca da organização, gosto de momentos em que uma bela limpeza pode ser considerada algo simbólico. Por exemplo, quando esvaziamos os armários no final do ano, para abrir espaço para o que vai chegar com o ano que está para começar e coisas do tipo. Sou muito chegada nessas desculpas “místicas” que gostamos de inventar para justificar a necessidade de virar a casa de cabeça para baixo e arrumar tudo do zero.

Pois bem, semana passada, dada a iminência de mais um ano a ser completado por minha pessoa, baixou a louca da limpeza aqui e tirei tudo do meu quarto (o lugar em que mais me sinto à vontade e segura no mundo, meu refúgio, meu mundinho) e passei o domingo limpando e arrumando o lugar. Me deu uma sensação tão boa, de recomeço.

E calhou de ser próximo ao início da primavera, uma das minhas estações preferidas do ano. O dia estava gostoso, o céu azul e no final do dia meu quarto estava mais aconchegante do que nunca. Tomei um banho relaxante para expurgar tudo de pesado que carregamos durante o ano, ainda mais por estar acabando meu inferno astral e me deitei com a sensação de dever cumprido, quarto cheiroso e mil possibilidades chegando junto com meus 25 anos.

Pode parecer besteira, mas essas atitudes simples, uma limpeza, doar roupas que não usamos mais, um banho para recarregar as energias atrai muita coisa boa para a nossa vida. É revigorante e renovador. Gosto de fazer sempre que possível, mas no ano novo e no meu aniversário (que nada mais é que nosso ano novo pessoal) não deixo passar. É sagrado e me dá a sensação de começar essas novas etapas com o pé direito.

Vale a pena, para todo mundo, se guiar nem que seja ao menos pelas estações do ano e planejar essas arrumações “mais pesadas”. Guardar os cobertores e roupas de frio, trazer os vestidos para a frente no guarda-roupa. Colocar as botas para o fundo e liberar espaço doando tudo que não foi utilizado nos últimos seis meses (técnica que aprendi e pratico periodicamente sem nem pensar).

A Thais Godinho, do blog Vida Organizada (meu blog preferido de todos os tempos!), sempre passa um Checklist Mensal no começo de cada mês, com ideias de coisas para providenciar no mês em questão e que é muito útil para se planejar para os meses e datas que virão em seguida. No post desse mês tem algumas dicas de ações para se preparar e aproveitar a chegada da primavera e, se você tiver paciência, no histórico dos anos anteriores têm várias outras, se eu fosse você daria uma olhada com certeza. Mas já aviso que é fácil se perder e não querer mais sair do blog, rs.

E você? Quais são seus planos para esse último trimestre? Como você costuma fazer essas arrumações e limpas sazonais? Me conta!

Anúncios

O poder de unhas bem feitas

Ou como coisas pequenas levantam nossa auto estima e nos dão vontade de mudar.

Sabe aquela velha história de “cortou o cabelo porque quer mudar a vida”? Eu posso dizer que me vejo muito nessa referência, porque tem coisas que faço por mim na intenção de mudar o mundo à minha volta, mas que na verdade só mudam minha perspectiva desse mundo.

Quando não dá pra ser tão radical e mudar o cabelo todo, utilizo coisas menores que sei que vão me fazer tão bem quanto. Deixo meu quarto arrumado, faço as sobrancelhas, depilo a perna. O tal do self-care, que vem sido tão propagado nos últimos tempos (graças a Deus!) e que tem que ser cada vez mais, porque o bem que cuidar de nós mesmos faz não dá pra explicar. Mas é real.

Venho ensaiando um retorno à minha vida saudável há um bom tempo. Para resumir: desde novembro passado tenho intercalado meses super focada e bem comigo mesma com meses desastrosos em que retrocedo em metade das minhas conquistas. Há anos luto com a balança e ano passado o peso deixou de ser o motivo principal para essa luta e a saúde ganhou a dianteira.

Com vinte e quatro anos estava com pré diabetes e um pé na obesidade. Vi minha família lutar com esse problema por minha vida toda e não queria fazer mal ao meu corpo, meu bem mais precioso. Conheci a low carb nesse meio tempo e me apaixonei pela linha, pela simplicidade e por todos os estudos que mostram os danos do carboidrato (glicose) em nosso corpo, cérebro, bem-estar. Enfim, descobri que uma das coisas que eu mais consumia e gostava estava me matando lentamente. E quero ser bem dramática sim, porque é preciso criar alguns alarmes para coisas que nos fazem tão mal dessa forma.

Anyway, mesmo sabendo de tudo isso, tendo o conhecimento do mal que estou me fazendo, tem sido muito difícil recuperar meu foco e fazer tudo que preciso pelo meu bem-estar físico e mental. E aí comecei a procurar formas de me motivar a voltar para essa vida. Decidi colocar tudo no papel, que é a forma mais clara para mim de colocar qualquer projeto em prática e já estava me preparando para fazer isso nesse final de domingo. Então, mais cedo, enquanto meu namorado dormia antes da hora de ir embora, resolvi pintar as unhas para me sentir um pouco melhor comigo mesma. Foi a melhor decisão que tomei hoje.

27-08-17

Unhas feitas após duas semanas em estado deplorável, com um tom lindo de café, que considero minha cara, me deram o gás que precisava para entender como é bom fazer coisas boas por mim! E a vontade de fazer tudo que eu mereço para me ver feliz, saudável e realizada voltou com tudo. Sabe o “clique” que disse que tenho às vezes, como quando esse blog renasceu? Senti a mesma empolgação para fazer com que dessa vez dê certo.

Amanhã volto à academia, meu plano alimentar está bonitinho num arquivo no meu pen drive. Fiz um calendário que vou preencher com os dias que cumpri tudo da forma certa, defini metas, estratégias, coisas que desejo evitar (refrigerante e açúcar, por exemplo) e colei na porta do meu armário, para olhar todos os dias e ver minha evolução. Já arrumei a mochila, para não dar desculpas e, de quebra, arrumei os looks da semana também. E, gente, a lua nem está em virgem. Tá em escorpião, fui conferir após esse surto de organização e comprometimento.

Estou feliz com as decisões que tomei hoje, pelos planos traçados. Agora depende apenas de mim, como sempre dependeu, mas estou com gás para ver esse meu desejo de tantos anos virar realidade. E quando fazemos as coisas do modo certo, os resultados vêm. Quando cuidamos de nós mesmos, a realização pessoal é a consequência. Minhas unhas estão lindas e a vontade de fazer com que tudo em minha vida fique lindo também está maior que nunca. Quem tá precisando de motivação pra tirar um plano do papel? Vem comigo, vem acompanhar meus próximos 42 dias, a “fase 01” do meu projeto. E prometo que assim que tudo começar a dar certo, venho contar como fiz acontecer.

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n

Montando minha rotina semanal

post-06

Semana nova e cheia de coisas para fazer, no último post eu mostrei como gosto de me organizar para começar a semana e hoje quero compartilhar como monto uma rotina semanal para encaixar tudo que tenho de recorrente para fazer durante a semana.

Eu tenho um escopo meio que padrão que me ajuda a seguir uma rotina de forma geral, mas como algumas coisas mudam de tempos em tempos, gosto de fazer uma semanal também. Por exemplo, em semanas que meu pai faz home office, eu não tenho carona té o metrô, então meu horário pela manhã é diferente. Quando vou com ele chego mais cedo no trabalho e aí minha rotina matinal muda também, influenciando no horário que vou embora e aí por diante.

Sou uma pessoa extremamente visual e à moda antiga. Ou seja, gosto de papel e caneta! Então minhas dicas sempre vão começar com “pegue uma caneta e faça uma lista…”, porque é justamente isso que eu faço. Pego uma caneta e um sulfite e coloco nele tudo que tenho que fazer durante a semana, desde que sejam ações recorrentes. Exemplos?

  • Lavar e seca o cabelo
  • Ler uma hora por dia
  • Arrumar a mochila
  • Ir à academia
  • Preencher Habit Tracker
  • Passar maquiagem
  • Pintar unhas
  • Planejar looks da semana

E por aí vai. As coisas mais óbvias não entrar na lista, mas entram no cronograma (dormir, acordar, almoço, etc.). Tendo em vista o que preciso encaixar no meu dia, faço uma outra lista ao lado pela ordem que os fatores devem ocorrer.

  • Acordar
  • Tomar banho
  • Me vestir
  • Maquiagem
  • Café da manhã
  • Deslocamento (período que aproveito para ler)
  • E-mail Trabalho
  • To Do List do Dia
  • Work
  • Almoço

E por aí vai. Depois de terminar a segunda lista, coloco os horário em que as ações devem acontecer, dando os espaços de intervalos entre cada uma, tendo em mente o horário que é ideal para acordar e o limite ideal para dormir, o meu caso oscila entre 5h30 e 6h15 pelas manhãs, de acordo com as variáveis que falei e com as semanas que prefiro ir para a academia de manhã ou à noite.

Algumas das tarefas que coloco na primeira lista são feitas em um dia específico e só naquele, geralmente acontece aos domingo, que é o dia que uso para me planejar para a semana, então crio uma terceira coluna, com o título do dia em questão (Domingo) e insiro as tarefas daquele dia, mas geralmente sem horário, porque sei que tenho que executá-las naquele dia, mas não tenho prioridade para cada uma.

Essa atividade bem simples me faz ter um roteiro para seguir na semana e acaba me ajudando a cumprir as metas semanais, como não chegar atrasada ao trabalho e ter um planejamento para o blog (que é feito aos domingos), por exemplo. Espero que seja útil para mais pessoas que queiram organizar e otimizar seu tempo 🙂

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n

Como começar a semana organizada

Segunda é o dia mundial dos recomeços, mas eu gosto de planejar minha vida aos domingos. O dia que todo mundo vê como preguiçoso, triste, chato (isso sem contar que é também o dia do Faustão e do Fantástico), para mim é um dia inspirador, que me concede a chance de escrever um capítulo em branco para os próximos sete dias.

Meus finais de semana costumam ser atribulados. Meu namorado mora longe, então ou eu estou na casa dele ou ele na minha. Quando estou na casa dele, chego em casa no domingo por volta das 21h00 e aí costuma bater a preguiça e se torna mais difícil organizar a semana, mas ainda assim eu tento pelo menos manter na minha mente o planejamento para a segunda-feira. Quando ele que vai para minha casa, costuma ir embora por volta das 18h00 e aí tenho um pouco mais de tempo para organizar a vida.

Então, vamos lá. Em condições favoráveis o que gosto de colocar no papel para começar minha semana organizada são esses itens:

  • Looks do dia
  • Menu Semanal
  • Tarefas do trabalho
  • Tarefas pessoais
  • Lista de compras
  • Objetivos da semana

Parece muita coisa, mas na verdade não é! Meu plano de ação consiste em pegar um sulfite, ou um arquivo em branco do Excel (o que estiver à mão mais fácil) e dar vida às coisas que preciso organizar. Um item de cada vez. Por exemplo, o look do dia, penso no meu guarda-roupa e separo dessa forma:

  1. Parte de baixo (calça jeans, saia, legging)
  2. Uma "brusinha" (camiseta, manga comprida, camisa social, tricot)
  3. Uma sobreposição (blazer, suéter, casaco, jaqueta)
  4. Calçado
  5. Acessórios, quando necessário (meia calça, cinto)

Então, penso em 5 combinações que posso fazer com esses itens e coloco de forma bem simples quais foram os itens escolhidos para cada dia. Esse exercício evita que eu me atrase de manhã experimentando várias combinações até chegar na ideal. Não preciso pensar, apenas vestir.

Com relação ao menu semanal, ele é mais um guia para que eu me mantenha na dieta. Preciso emagrecer alguns quilos há um bom tempo já e as épocas em que tive melhor resultado, foram as que eu segui um menu semanal. Também não faço nada elaborado, apenas preparo uma opção de café da manhã, almoço e jantar e tento não repetir muito, para não enjoar e acabar desistindo. Isso também vale para as comidas que escolho, se opto por um jantar muito elaborado, acabo ficando com preguiça e caindo num pão com queijo e biscoitos doces pela praticidade.

Na divisão das refeição sou bem objetiva, por exemplo no almoço, ao invé de encher de detalhes que nem sempre posso garantir que vou conseguir comer, porque almoço fora, deixo apenas "legumes + salada + proteína" e dessa forma fico livre para comer o que puder dentro desses grupos alimentares que separei. Sou adepta da linha Low Carb e de comer comida de verdade, com poucos industrializados, então tenho muita opção e coisas que posso comer sem tanto preparo. Ainda falarei sobre a Low Carb aqui mais pra frente, mas para o menu isso é suficiente.

Quanto aos outros itens, faço uma lista mesmo, com um campo ao lado para indicar quando for concluída, na página "This Week" do meu Bullet Journal e tento cumprir a maior parte das tarefas. As do trabalho, incluo no dia da semana a que ela pertence, pois muitas vezes depende de algum prazo de entrega, de lguma tarefa delegada ou é uma reunião, mas gosto de centralizar no meu Bullet porque estou sempre com ele à mão.

O que aprendi de verdade é que sempre vamos encontrar desculpas para a procrastinação, então, quanto mais aproveitarmos nossos momentos ociosos para tentar dar forma aos nossos planos, menos teremos que nos preocupar quando realmente estivermos sem tempo para determinada tarefa e dessa forma a preguiça acaba diminuindo e as desculpas não são mais necessárias. Como você começa a sua semana?

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n